ESCRITA
Dentre os meus maiores amores, está um caso perdido e irrefreável com a escrita.
Desde criança, venho criando histórias e ultrapassando o número de linhas permitidas pelas professoras do primário. De todos os anos, para ser completamente sincera.
Participei já de vários workshops e oficinas de leitura e escrita.
Desenvolvi livros, músicas e poesias.
Ganhei prêmios pelas meus poemas.
E hoje, adulta, aprendi também a escrever roteiros de filmes e séries.
Aprendi não. Venho aprendendo.
Porque o conhecimento nunca é estático e vive se transformando.
E eu acredito no poder da boa escrita para clarear a comunicação e pôr em evidência o que precisa ser comunicado de forma, de fato, comunicável.
E isso é mais difícil do que se parece. 
Por isso, há um tempo venho trabalhando como copywriter.
Tentando dar o meu melhor para sanar uma das maiores mazelas da humanidade:
A falta de comunicação.
Seja muito bem-vindo e bem-vinda aos meus cadernos!